Anabolismo vs Catabolismo ~ Fanáticos Por Musculação

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Anabolismo vs Catabolismo

Diferença entre Anabolismo e Catabolismo

A célula realiza os processos de anabolismo e catabolismo simultaneamente. Esse artigo fala sobre a diferença entre anabolismo e catabolismo e também fornece exemplos desses processos em nosso corpo para uma melhor compreensão do conceito.

Anabolismo vs Catabolismo

Bom sono para melhorar o metabolismo


Os ritmos circadianos são as mudanças físicas, mentais e comportamentais que respondem à luz e à escuridão no ambiente do organismo, que circulam a cada vinte e quatro horas. 

Estes ritmos estão associados com o metabolismo da glicose alterando os níveis de insulina no sangue.

Uma célula é a unidade mais básica em todos os sistemas vivos. Está perpetuamente em transformação. Essas transformações não passam de um conjunto de processos químicos que são necessários para a manutenção da vida e são chamados de metabolismo. O metabolismo é necessário para a produção de energia, bem como para a síntese de novos componentes celulares. 

Estas transformações ocorrem através de reações químicas específicas de uma forma ordenada e são chamadas de vias metabólicas. Cada passo em cada via é catalisada por uma enzima específica. Estas enzimas não só aceleram o processo químico, mas também regulam a via em resposta ao ambiente da célula. O metabolismo pode ser dividido em dois outros processos; anabolismo e catabolismo

 100 whey gold standard comprar menor preço


Vamos dar uma olhada nas diferenças entre eles.

Anabolismo vs. Catabolismo


O processo
O anabolismo é basicamente o processo bioquímico o qual a unidade menor e mais simples se juntam para formar uma molécula maior (polímero) mais complexa. 
Este processo envolve a despesa de energia para a formação da nova molécula biológica. Esta energia é proporcionada pela conversão de moléculas de ATP em moléculas de ADP. Assim, pode ser descrito como um processo de "subida". Este processo pode ser dividido em três etapas: 

● Produção das unidades precursoras menores que formam a molécula (isto pode envolver a conversão de unidades menores de uma forma para outra). 

● Use o P i do ATP para "marcar" ou converter as unidades menores em uma forma mais reativa. 

● Reúna essas formas reativas para construir as moléculas complexas.

O Catabolismo são os processos bioquímicos em que as moléculas complexas maiores são quebradas para suas unidades constituintes. 

Este processo fornece energia, bem como a base de construção menor para a formação de biomoléculas maiores. Às vezes, as unidades menores podem ser quebradas ainda mais para dar mais energia e resíduos. 

● À medida que a ligação entre as unidades que fazem a molécula maior quebra, uma grande quantidade de energia é gerada. Esta energia é aprisionada em moléculas de ATP. 

● Pode ser descrito como um processo "downhill".

Tipos de reações envolvidas


● Reação de Síntese de Desidratação: 

As unidades que fazem as moléculas maiores se combinam entre si e liberam uma molécula de água delas.
 
●Reação de Redução: 
Há uma adição de átomos de elétrons ou hidrogênio às unidades menores, que, por sua vez, reagem entre si e dão origem a uma molécula maior.

● Hidrólise: 
A ligação entre duas unidades, tornando as moléculas maiores é quebrado pela adição de água. 

●Oxidação: 
Há remoção de elétrons ou átomos de hidrogênio das subunidades que fazem as moléculas maiores, e assim, o vínculo entre elas é quebrado.

Exemplos


● Anabolismo de carboidratos 

Gluconeogênese : 
Trata-se de um caminho através do qual a glicose é gerada a partir de fontes de carbono não-carboidratos como piruvato, lactato, diferentes aminoácidos glucogênicos, etc. 

Glicogênese : 
A glicose é armazenada no fígado dos animais na forma de glicogênio. Através desta via, os monômeros de glucose são convertidos no polímero de glicogênio.

● Catabolismo de Carboidratos 

Glicólise : 
Nesta via, a glicose é convertida em piruvato e a energia é libertada sob a forma de ATP e NADH. 

Glicogenólise : 
Nesta via, o glicogénio é quebrado para dar uma cadeia menor de glicogénio e moléculas de glicose livres.

● Anabolismo de Proteínas 


As proteínas são nada mais que polímeros de aminoácidos . A biossíntese de proteínas envolve a síntese de aminoácidos com a ajuda da estrutura de açúcar fornecida quer por via glicolítica ou a via da pentose fosfato seguido pela transaminação (a transferência de -NH 2 ) em cima delas. Os polipéptidos são formados por processos como transcrição e tradução.

● Catabolismo de Proteínas 


Este processo é também conhecido como proteólise . Aqui, certas enzimas chamadas proteases degradam a cadeia polipeptídica (polímero de aminoácidos) e dão origem a monômeros de aminoácidos.

Determinados hormônios podem ser classificados como anabólicos ou catabólicos, dependendo da função que desempenham.

Hormônios Anabólicos



O hormônio do crescimento ou somatropina é um hormônio produzido pela glândula pituitária. Ele induz o crescimento, a reprodução e a regeneração das células.
 
A insulina é um hormônio necessário para a absorção de glicose no sangue pela célula de músculos esqueléticos, fígado e tecidos adiposos. É produzido pelas células beta no pâncreas. 

O estrógeno é um hormônio sexual feminino primário. Este hormônio influencia a formação do caráter sexual feminino secundário, aumenta o crescimento uterino, ajuda na coagulação, etc.

Hormônios catabólicos



O cortisol é um hormônio produzido pelo córtex adrenal. Ele desempenha um papel indireto na glicogenólise no fígado e nos músculos. Ele também tem certas propriedades anti-inflamatórias. É visto estar associado com diminuição na formação óssea. 

Glucagon é um hormônio que funciona oposto ao da insulina. Ele aumenta o nível de glicose no sangue por quebrar o glicogênio armazenado no fígado. 

Epinefrina ou adrenalina é produzida pelas glândulas adrenais. Sua função é aumentar o nível de glicose no sangue, bem como trazer broncodilatação (dilata os brônquios).

Um estado estável metabólico é sempre mantido como a quantidade de energia anabólica consumida pelo corpo é sempre igual à energia catabólica liberada pelo corpo.



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

OBRIGADO Por seu comentário!