Aulas de Step ~ Fanáticos Por Musculação

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Aulas de Step

A aula de step já é uma atividade quase obrigatória nas academias. O ato de subir e descer de uma plataforma como se estivesse em uma escada não seria tão estimulante não fosse o fato de unir música, coreografias e muita diversão a um exercício cardiorrespiratório capaz de queimar muitas calorias.
As aulas de Step fazem com que o aluno se exercite, gastando calorias, sem perceber que está treinando. Em muitos momentos da aula o aluno tem a sensação de estar envolvido em uma dança, gerando bem-estar físico e mental aos praticantes.
De acordo com o Colégio Americano de Medicina do Esporte, essa atividade pode gastar de 300 a 500 quilocalorias em aulas de 30 a 60 minutos. A modalidade possui gasto calórico moderado, variando de acordo com a intensidade da aula
Benefícios do Step:
- Físicos: redução do percentual de gordura, da pressão arterial, da frequência cardíaca de repouso, do LDL colesterol, do risco de aterosclerose (acúmulo de placas de gorduras nas artérias), o que representam também redução dos riscos cardíacos; melhora da coordenação motora, do equilíbrio, do ritmo, que representam menos riscos de quedas na idade avançada.
- Cognitivos: por estimular o hipocampo e o cortex frontal (estruturas cerebrais responsáveis pelo armazenamento da memória), a modalidade Step estimula a memorização e também a concentração durantes os blocos coreográficos. Estudos têm indicado: aumento da oxigenação cerebral, de suprimento sanguíneo, de conexões sinápticas e combate às desordens cerebrais degenerativas.
- Psicológicos: devido à descontração e a característica de “dança” nas aulas, a modalidade Step serve como uma excelente válvula de escape do estresse, que é tido como um dos maiores males do século XXI.
-
Cuidados
A música muito rápida pode gerar movimentos descontrolados, gerando risco de queda ao subir da plataforma, até lesões mais graves como torções ou dores no joelho.
Essa atividade não é aconselhada a quem tem lesões nos membros inferiores e a intensidade do impacto vai estar muito relacionada aos movimentos coreográficos escolhidos.
Lembre-se: a culpa não é do seu professor, você é quem deve informá-lo sobre suas restrições e desconfortos, pois só assim ele oferecerá opções que se adaptam a você.
Não utilize plataformas muito altas, use tênis adequado, não faça mais que três aulas por semana, pois o corpo precisa de descanso.
Nunca, jamais, em tempo algum, salte de cima para baixo do step nos exercícios de rotações. Evite também o atrito dos pés no solo durante os giros corporais.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

OBRIGADO Por seu comentário!